Site desenvolvido por @faellvasc Assessoria em Redes Sociais.

Rua: Major Sucupira, 223/233 - Centro / Jundiaí, SP

Tel: (11) 4586-4252

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Pediatherapies

Pediatherapies em Congresso Internacional de Paralisia Cerebral - Participar Importa.

Neste mês ocorreu em Campinas, SP, o primeiro "Congresso Internacional de Paralisia Cerebral" e a equipe Pediatherapies esteve presente sendo representada por quatro dos nossos profissionais. Foram três dias de muitas discussões, atualizações e palestras com profissionais nacionais e internacionais, todos, de excelência no assunto Paralisia Cerebral.


A Pediatherapies sempre buscando por constantes atualizações.

Ao longo deste mês de setembro, em formato de artigos, traremos a vocês as principais discussões na área da reabilitação pediátrica na paralisia cerebral, bem como, os principais temas abordados no Congresso.


De ante-mão, a Pediatherapies, através do Congresso, orgulha-se diante da convicção de que a clínica e seus profissionais, oferecem tratamento de qualidade muito semelhante aos grandes centros de reabilitação que, hoje, são referências mundiais. Mesmo com a convicção de que é possível melhorar sempre acrescentando algo, ainda assim a Pediatherapies segue os mesmos caminhos terapêuticos destes grandes centros de referências nacionais e internacionais.


Durante o mês de setembro, como de praxe, os profissionais Pediatherapies passarão por reuniões de reciclagem, onde serão propostas algumas mudanças tanto na esfera de procedimentos terapêuticos, quanto nas técnicas e a busca por resultados. Desta forma, a Pediatherapies continua com a garantia de que suas crianças continuará recebendo atendimentos no que há de mais moderno no momento, sempre, embasado na ciência para o tratamento.


Fisioterapeutas Pediatherapies: Maitê, Gisele, Ana Paula e Eduardo.

Sob o slogam "Participar Importa", o Congresso deixou evidente a importância da centralização das terapias no paciente, família e terapeutas, fazendo com que desta forma, as decisões sejam tomadas em conjunto; pensando sempre na evolução e bem estar do paciente, dentro da necessidade individual de cada criança. O "Participar Importa" também abordou a importância do tratamento na participação da vida diária de seus pacientes dentro do contexto familiar, escolar e social.



F-Words: "Minhas palavras favoritas?"

Segundo Dr. Peter Rosenbaum & Jan Willem Gorter, criadores das Palavras Favoritas, “(...) reconhecer que um fator não é mais importante que o outro, esperamos incentivar profissionais da área a adotarem essa forma de pensar e a aplicarem esses conceitos ao trabalharem com crianças com deficiências e suas famílias.”

Diante disso a pergunta: "Você terapeuta e família, tem considerado a PARTICIPAÇÃO do seu paciente/filho, nas atividades?"

A regra para a pergunta acima é muito simples: são 6 “F”


Mapa das 6 Palavras.

1- Function (funcionalidade)

“Pode ser que eu faça de um jeito diferente, que eu demore um pouco mais, que não fique perfeito, mas eu POSSO faze-las".










2 - Family (família)

“Eles me conhecem mais do que ninguém. Ouça, converse e aprenda com eles! Respeite-os”.










3 - Fitness (saúde)

“Todo mundo precisa estar em forma e saudável. Me ajude a encontrar maneiras de me manter ativo e participante. Será que estou comendo adequadamente? Será que estou me movimentando"?











4 - FUN (DIVERSÃO)

“Afinal não é isso que se faz quando somos crianças"? Essa semana meu filho foi ao parque? Se sujou? Brincou? Sorriu"?









5 - Friendship (amigos)

“Ter amigos de infância é muito importante ... Me ajude a fazer amizades com crianças da minha idade.”












6 - Future (futuro)

“O futuro é agora. O amanhã é o que eu faço do hoje. Não quero que as oportunidades passem por mim. Me ajude a alcançar o que eu posso hoje".










Como se praticar todas estas informações? É simples: se questionar diariamente se os 6F foram postos em práticas. Com estas ações, todo o processo terapêutico bem como a inclusão social, estarão no caminho certo e, uma vez que esteja neste caminho, os resultados culminarão em uma criança/paciente ativa, independente, imponderado, representativo e, claro, FELIZ.


A Pediatherapies recomenda aos pais que conversem com o terapeuta de seu filho com o intuito de buscar por esta mudança e participar de maneira ainda mais efetiva da vida da criança.

“HÁ UM TEMPO EM QUE É PRECISO ABANDONAR AS ROUPAS USADAS, QUE JÁ TEM FORMA DO NOSSO CORPO, E ESQUECER OS NOSSOS CAMINHOS, QUE NOS LEVAM SEMPRE AOS MESMOS LUGARES. É O TEMPO DE TRAVESSIA: E, SE OUSARMOS FAZÊ-LA, TEREMOS FICADO, PARA SEMPRE, A MARGEM DE NÓS MESMOS”

Fernando Teixeira de Andrade


PARTICIPAR IMPORTA


Por: Ana Paula Segli (Fisioterapeuta) e Eduardo Bagne (Fisioterapeuta)


#pediatherapies #clinicadefisioterapiainfantil #congressointernacionaldeparalisiacerebral #paralisiacerebral


114 visualizações