• Pediatherapies

Meu filho é autista. E agora?

O que fazer quando o médico diz a você que o seu filho é autista?

(Por: Tatiana Pires (fonoaudióloga), Gisele Baissi (terapeuta ocupacional), Camila Bernini Lourenço (psicóloga) e Marcia Alessandra Zwicher Parreira (psicopedagoga e neuropsicopedagoga)


O Método ABA já chegou na Pediatherapies.

Os pais normalmente são as primeiras pessoas a perceberem que algo não esta dentro do esperado no desenvolvimento do seu filho. Seja pelo atraso na fala, pelo isolamento social ou comportamentos que não são esperados para aquela idade. Muitas vezes são criticados por familiares ou até mesmo profissionais da saúde que dizem que os pais estão procurando “pelo em ovo” e que “cada criança tem seu tempo”.


O que é TEA?

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma patologia que se caracteriza pela dificuldade na interação, deficit na comunicação social, padrões repetitivos e comportamentos restritos (DSM-V, Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais).


Quando recebem este diagnóstico muitas vezes se perguntam: E agora? O que devo fazer? Quem devo procurar?

Sobre o Tratamento.

O tratamento precoce é, de longe, a maneira mais eficaz de se obter um bom desenvolvimento dentro das possibilidades de cada criança.


O tratamento requer profissionais especializados em intervenções específicas, como métodos comportamentais e de regulação sensorial, e capacitados para avaliar as necessidades e potencialidades de cada indivíduo para elaboração de projeto terapêutico multidisciplinar.


A psicologia e o TEA

Para atender a criança com TEA é fundamental que o psicólogo apresente formação específica e pós-graduação voltada para o atendimento desta patologia. Além disso, verifique a experiência e demais cursos que este profissional possui nesta área.


Papel da fonoaudiologia no tratamento do TEA

A fonoaudiologia tem papel fundamental na equipe, tendo em vista que a comunicação social é uma das características presentes no Espectro. Os profissionais devem estar habilitados ao atendimento às crianças com estas alterações, preferencialmente com experiência e conhecimento de técnicas e abordagens específicas para este tratamento como PECs, estratégias para inserção de comunicação oral, conhecimento profundo em desenvolvimento infantil e abordagens comportamentais, sendo esta última a mais estudada e comprovadamente eficaz no tratamento do TEA.


A importância da Integração Sensorial no tratamento TEA

Dentre uma das principais abordagens de intervenção em TEA temos a integração sensorial, que ajuda o processo de organização cerebral das informações e gera uma resposta adaptativa adequada, pois estrutura as sensações do próprio corpo, facilitando a interação com o ambiente (...as terapias de integração sensorial são responsáveis pela considerável redução de maneirismos, além da melhoria do autocuidado e das habilidades sociais dos pequenos. - POSAR; VISCONTI, 2018). Nossa clínica conta com uma sala de integração sensorial elaborada especificamente para o atendimento de crianças com TEA.


Além disso, conta com salas equipadas para atendimento baseado na abordagem ABA (Applied Behavior Analysis), que envolve o ensino intensivo e individualizado das habilidades necessárias para que a criança autista possa adquirir independência e a melhor qualidade de vida possível.


Sendo assim, nosso trabalho envolve os profissionais das áreas de fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia e psicopedagogia que trabalham em conjunto para suprir as necessidades individuais de cada criança.


Abordagem ABA

Entre em contato conosco agora mesmo e agende uma conversa com os nossos especialistas. A Pediatherapies está apta a responder todas às suas dúvidas e esclarecer sob a abordagem ABA.

0 visualização

Site desenvolvido por @faellvasc Assessoria em Redes Sociais.

Rua: Major Sucupira, 223/233 - Centro / Jundiaí, SP

Tel: (11) 4586-4252

  • Facebook ícone social
  • Instagram